Como a busca por trabalho vai mudar a partir de 2018?

Como a busca por trabalho vai mudar a partir de 2018

A forma como as pessoas pesquisam e se candidatam a empregos está mudando e a tecnologia está influenciando grande parte dessa mudança. Os candidatos agora procuram oportunidades usando uma combinação de ferramentas de busca, anúncios de trabalho, sites de recrutamento e as redes sociais. Entenda como a tecnologia continuará ajudando os candidatos a encontrarem seu papel ideal.

A presença online importará mais do que nunca

Construir e manter uma forte marca profissional online, é essencial tanto na busca de um novo papel como ao longo de toda sua carreira. Em 2018, os recrutadores vão investir mais ainda no uso de ferramentas de análise de dados para obter uma visão mais detalhada do candidato disponível, assim como acompanhar os candidatos mais adequados.

Por isso, atualizar seu perfil e incluir palavras-chave relacionadas aos papeis que você está procurando não é o suficiente, mesmo que seja importante. Os feeds de notícias do LinkedIn são um hub para conteúdo profissional e atuais, e se você seguir os Influenciadores do LinkedIn e as empresas que publicam esse conteúdo, este é um ótimo começo. Se você comentar, gostar ou compartilhar esse conteúdo, ainda melhor. Ter uma presença ativa nas mídias sociais que reflete sua experiência e paixões, proporcionará aos recrutadores dados relevantes que podem usar para abordá-lo para oportunidades adequadas ao seu perfil.

Você será alvo de anúncios de emprego mais regularmente 

É cada vez mais comum estar usando seu computador, e de repente ver um anúncio para emprego relacionado ao que você estava procurando recentemente na internet. A propaganda segmentada é simplesmente um sintoma de que a análise de dados está ficando mais inteligente. Por isso, não se surpreenda se, após um período de busca online, você for abordado por um recrutador com uma vaga altamente adequada para você. 

Com isso em mente, certifique-se de ter versões do seu CV em seus celulares e tablets, para que você possa se candidatar independentemente de onde esteja. É essencial que você possa responder rapidamente quando essas oportunidades surgirem em momentos inesperados.

A tecnologia pode desempenhar um papel ainda maior nas suas candidaturas 

Em 2017, candidatos já usavam a tecnologia para mostrar suas competências; usando, por exemplo, a realidade aumentada para oferecer aos empregadores um passeio virtual em sua vida profissional. Naturalmente, nem todo mundo terá o nível técnico exigido para realizar isso, mas todos os candidatos devem ser capazes de demonstrar algum grau de domínio digital quando se candidatam a um papel, seja construindo um portfólio online ou enviando uma candidatura por vídeo.

Se esta é uma área que você deixa a desejar, eu recomendo que você se comprometa a se aprimorar. Você nem precisa gastar dinheiro – existem tutoriais do YouTube sobre tudo hoje em dia!

Outro ponto importante é que você não pode ignorar produtos com ativação por voz, por exemplo o Amazon Alexa e Google Home. O software de ativação de voz está se tornando parte da nossa vida pessoal, por isso é apenas uma questão de tempo até se infiltrar na nossa vida profissional também.

Os relacionamentos humanos continuam essenciais

Independentemente da evolução da tecnologia, a interação humana permanecerá essencial, especialmente o relacionamento de um candidato com seu recrutador. Embora o recrutador possa usar análises de dados para segmentar você, e a Inteligência Artificial para lhe fazer perguntas qualificadas, a habilidade do recrutador é construir um relacionamento direto com você, aprender mais sobre você como pessoa e profissional, e os tipos de ambientes em que você prosperaria.

Seja receptivo à construção desses relacionamentos. Entre em contato por telefone, aproveite o tempo para conhecer o recrutador pessoalmente e mantenha esta proximidade.

Se você está procurando um novo emprego em 2018, faça sua parte para se familiarizar com este mundo, e tenho certeza que você encontrará todo o sucesso em sua busca de emprego.

Alison Crowe

Global Online & Marketing Product Director, Hays