Você é um líder emocionalmente inteligente?

lider-inteligencia-emocional

Ter inteligência emocional é uma das características mais importantes em um bom líder. Estudos realizados desde a última década mostram que líderes que são capazes de atingir metas lidando com emoções positivas ou negativas da equipe, conseguem reter mais funcionários e desenvolver relações favoráveis no ambiente de trabalho.

Responda às 4 questões a seguir e descubra se você é um líder emocionalmente inteligente.

 

1.     Você consegue detectar emoções negativas?

Em primeiro lugar, pense se você é capaz de prever emoções negativas e impedir que elas venham à tona. Por exemplo, pense em um funcionário que está estressado e começa a descontar suas frustrações no resto da equipe. Um líder emocionalmente inteligente conhecerá os funcionários e o que desencadeia pensamentos e atitudes negativas em cada um. Entendendo a causa dessa emoção, seus funcionários serão proativos para garantir que isso não influencie no bem-estar e na produtividade do trabalho como um todo.

2. Você sabe proporcionar emoções positivas?

Em segundo lugar, como líder, você também precisa nutrir emoções positivas na sua equipe. Positividade significa produtividade e produtividade significa resultados. Para alcançar isso, um líder emocionalmente inteligente tentará entender o que inspira seus funcionários. Por exemplo, alguns funcionários podem se sentir motivados ao assumirem um projeto importante, enquanto outros respondem melhor a deadlines rigorosos. Todos são diferentes e vale a pena tirar um tempo para descobrir o que inspira cada um. Fazendo isso, você pode gerenciar sua equipe em um nível emocional, fugindo do estilo ultrapassado de liderança de "comando e controle”.

3. Você escuta as pessoas?

Outra faceta de um líder emocionalmente inteligente é ser um bom ouvinte. Reflita sobre a frequência com que os membros da sua equipe vão até você para conversar sobre ideias, problemas e feedbacks. E as reuniões que você conduziu? As pessoas se sentiram em uma conversa inclusiva? Em caso afirmativo, isso sugere que você está interessado no que as pessoas têm a dizer.

Se, por outro lado, os funcionários que estão ao seu redor simplesmente concordam com a cabeça e  relutam em fazer comentários, então talvez seja a hora de você melhorar suas habilidades de escuta ativa. Durante reuniões e conversas individuais, peça a todos que contribuam com a discussão e demonstre que você está, pelo menos, considerando o que eles têm a dizer. Faça anotações e também ofereça sua opinião.

4. Você percebe o impacto de suas emoções?

Ocupando um cargo sênior, você tem que lidar com muita pressão e isso pode causar estresse e ansiedade. No entanto, os líderes que tem inteligência emocional são capazes de recuar um passo e reconhecer essas emoções e comportamentos negativos. Um bom líder tomará medidas como, por exemplo, se exercitar para aliviar o estresse, tirar um tempo de descanso ou comunicar seus problemas a alguém que possa ajudá-lo. Fazendo isso, você é capaz de estar no seu melhor estado de espírito possível para apoiar e inspirar seus funcionários.

Portanto, se você quer ser um líder emocionalmente inteligente, você deve ouvir seus funcionários e entendê-los, além de lidar com qualquer sentimento negativo e explorar emoções positivas para inspirar todo o ambiente de trabalho.

E não se esqueça de sempre tirar um tempo para cuidar do seu próprio bem-estar emocional, assim como cuida do bem-estar de sua equipe.

Lynne Roeder

Managing Director, Hays Singapore