Poucas mulheres em tecnologia significa menos talentos técnicos.

mulhere tecnologia

 Para qualquer um que acompanha mulheres em tecnologia, os últimos meses foram agitados para dizer o mínimo. De Melinda Gates apostando na melhoria da igualdade de gênero na ciência da computação, em um post viral sobre o tratamento de funcionárias de um empresa gigante do Vale do Silício, as notícias recentes são indicativas da situação mais ampla: para as mulheres do setor, é um passo à frente, um passo atrás.

Não é segredo que TI continua sendo um espaço dominado por homens. As razões para isso são frequentemente citadas no mercado.

O perfil de gênero das carreiras inicia-se na escola quando as meninas são desencorajadas a cursar disciplinas (exatas e ciência) e a considerar um futuro em tecnologia. Esse período contribui Significamente na diminuição do engajamento em ambos os sexos.

Muitas mulheres que decidem seguir uma carreira no setor muitas vezes se veem orientadas para posições voltadas ao atendimento ao cliente, graças ao mito de que as mulheres têm melhores habilidades sociais. A falta de trabalho flexível também pode se tornar uma barreira para muitas mulheres que possuem compromissos familiares.

No entanto, as empresas estão em busca de profissionais com habilidades em TI. Uma das carências que temos visto nos últimos cinco anos tem sido na área de desenvolvimento de software e web. 

Como sua empresa pode ajudar a atrair talentos femininos para sua organização?

Considere a contratação de um candidato que tenha o potencial para atender aos requisitos de seus negócios, mesmo que eles precisem de mais treinamento na empresa. O tempo e os recursos necessários para moldar as habilidades em um funcionário podem ser mais assertivos para as empresas do que participar de uma busca sem fim pelo funcionário perfeito em um momento em que há uma escassez de habilidades no setor. Tal cultura também possibilitará que as mulheres com habilidades técnicas, mas que talvez ocupem cargos voltados para o cliente, ganhem a experiência de que necessitam e passem a ocupar uma posição com maior capacidade de "tecnologia".

Assuma a liderança no trabalho flexível e remoto

A questão de obter o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal não é exclusiva de TI. No entanto, as organizações devem procurar ser líderes na revolução flexível e remota. Dado o uso crescente de dispositivos móveis e acesso remoto, a produtividade dos pais que trabalham fora do horário de trabalho "normal" precisa ser reconhecida.

Envolva-se em iniciativas lideradas pela indústria

O aumento da diversidade de habilidades e de gênero no setor de TI melhora o setor como um todo. Temos a responsabilidade de combater esse estereótipo e promover a área como uma indústria dinâmica e acolhedora que é.

A área oferece excelentes oportunidades carreiras para homens e mulheres, e devemos trabalhar juntos para levar adiante essa mensagem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Contate-nos

Siga a Hays nas redes sociais