Skip to content
HAYS Recruiting experts worldwide
  1. Eu sou
    Eu sou

Escritórios criativos podem aumentaR

A PERFORMANCE DOS COLABORADORES?
Updated: 11 Ago 2015

É cada vez mais comum para os locais de trabalho terem designs 'descolados' e 'alternativos'. Mas o ambiente realmente impacta na atração de talentos?

Sim, mas nenhuma mudança é realmente motivada apenas por mobílias. Quando um ambiente rejuvenescedor é uma indicação de uma mudança cultural, ele pode sim fazer uma enorme diferença na forma que uma organização trabalha. Mas quando uma nova mão de tinta está apenas cobrindo as rachaduras em uma estratégia de gerenciamento de pessoas fraca, os resultados nem sempre serão positivos.

Um grande número de indústrias têm visto como as empresas de tecnologia atraem talentos por meio de seus ambientes empolgantes de trabalho, assim como o Google em Zurique que possui um escorregador entre os andares, o Facebook em Menlo Park com uma loja de doces e o Twitter em São Francisco com uma sala de Yoga.

O ‘efeito Google’ produz um grande impacto”, explica Linzi Cassels, Diretora de Criação da ‘Pringle Brandon Perkins + Will’, uma empresa global de arquitetura e design. “Clientes mais tradicionais e conservadores começaram a perguntar o que isso significaria para eles; se é algo que eles também deveriam ter.”

Estamos presenciando um efeito ‘cogumelo’. O setor de indústrias financeiras está tentando atrair as pessoas que vão para a indústria de tecnologia, pois eles possuem as competências que eles buscam. Assim, se as empresas de tecnologia estão oferecendo escritórios ‘legais’ para atrair os melhores talentos, os bancos também o farão.”

 

Identifique-se

1.jpg

Embora ambientes empolgantes possam atrair novos colaboradores, eles não serão sempre o elemento para retê-los e antes de assinar o contrato para um novo salão de boliche em sua empresa, vale lembrar que qualquer ambiente precisa refletir a cultura da organização, além de ampliá-la.

Se você tiver uma quadra de ‘squash’ em um escritório com ambiente totalitário, você não terá o efeito desejado.” Explica Nav Dhunay, Presidente e CEO da PumpWELL, uma empresa de tecnologia com matriz em Calgary, Canadá que ajuda a otimizar poços de extração de óleo. A PumpWELL realmente instalou uma quadra de ‘badminton’ em seu escritório, além de uma mesa de pebolim e outra de ping pong. Mas embora o espaço de trabalho da companhia seja bastante incomum em comparação às outras empresas do setor, o novo design foi uma demonstração cautelosamente planejada de como a PumpWELL é diferente de suas concorrentes.|
Dhunay diz que essa demonstração começou em 2012, no aniversário de dez anos da companhia. “A indústria de Óleo e Gás vem crescendo no Canadá e atrair talentos têm sido um grande desafio. O foco estava basicamente em recompensas financeiras, mas vimos a oportunidade de oferecer algo diferente, ao tornar a cultura de nossa empresa mais atraente” explica ele.
O negócio conscientemente mudou sua estratégia de atração conforme redefiniu sua cultura interna, acrescenta Dhunay. “Nós percebemos que o ambiente do escritório era tradicional demais e não inspirava nossos colaboradores, portanto decidimos mudar as coisas.”
O investimento não foi barato, mas o retorno é visível, explica Dhunay. “Nós não pagamos o mesmo nível salarial que outras companhias de nosso setor pagam, mas não precisamos,” diz ele. O novo ambiente é uma declaração de diferenciação, da cultura do negócio e da força de trabalho. “É aí que estamos vendo o maior retorno. Nossos empregados estão mais felizes e isso repercute em nossos clientes também.”

 

Play hard, work hard

2.jpg

Implementar espaços para esportes ou áreas de jogos no escritório pode ter um impacto positivo na saúde e produtividade, de acordo com a pesquisa do Dr. Emmanuel Tsekleves, um professor experiente em interações de design no Instituto de Artes Contemporâneas da Universidade de Lancaster.

Jogos e diversão são os melhores remédios para um ambiente de trabalho,” diz ele. “Os colaboradores serão menos letárgicos e suas mentes estarão mais estimuladas e ativas. A descarga extra de adrenalina se transforma em mais produtividade.”

Embora seja fácil de rotular uma mesa de ping pong como uma distração do trabalho de verdade, em termos de produtividade geral, a realidade é mais complexa do que isso.

“Você quer criar um ambiente onde as pessoas queiram ir,” diz Tsekleves, assim em respeito a algumas coisas, quanto mais divertido o ambiente de trabalho, mais estimulante ele será – considerando que os colaboradores sejam capazes de mudar de ambiente para focar e canalizar todo esse estímulo. “Infelizmente, isso ainda é um caso de exceção e não a regra,” acrescenta ele.
Espaços com muita luz natural e ar fresco podem manter os colaboradores alertas e engajados, e oferecer espaços abertos e ‘limpos’ para evitar distrações é uma abordagem frequentemente esquecida que está lentamente retornando, diz Tsekleves, “Ainda há muita ênfase na criação de grandes espaços onde todos os seus colaboradores trabalham juntos,’ explica ele. “Em vez disso, você precisa desenvolver áreas menores que favorecem o encontro espontâneo, onde os colaboradores podem conversar sobre o trabalho em um ambiente diferente.”
Sharon Olivier, uma professora da Escola de Negócios de Ashridge, diz que simplesmente oferecer espaços diferentes pode tanto energizar a força de trabalho como alavancar a colaboração. “Facilitar uma atividade que leva o empregado para outra área pode ter um grande impacto em seu nível de energia,” diz ela. 

 

Cores da alegria

3.jpg

No mundo já foram conduzidos muitos estudos sobre os efeitos das cores no humor e comportamento, alguns que datam da época de Carl Jung. Cores mais frias como azul e verde demonstraram em algumas instâncias que podem relaxar os funcionários, enquanto cores mais quentes como vermelho e amarelo são estimulantes. Branco normalmente indica limpeza, que pode inibir a criatividade. Alcançar um balanço entre os humores mais apropriados para um local de trabalho pode significar uma seleção específica de cores dominantes pelas áreas do escritório.

A Thomsons Benefícios Online utilizou cores em seu ambiente de trabalho para estimular seus funcionários. A empresa do software de gerenciamento de benefícios abriu um novo escritório em Cluj na România, com a cor pink em seu centro.

“Essa decisão se provou muito acertada,” diz Andrei Pantelimon, que comanda o corajoso e pomposo escritório.

Os colaboradores da Thomsons podem aproveitar mais do que o esquema de cores quando vão ao trabalho. Um café da manhã gratuito é oferecido (talvez no terraço pink do escritório), além de uma academia interna, a obrigatória mesa de ping pong e um espaço para relaxar.

A infraestrutura permite aos empregados trabalharem duro e se divertirem igualmente, o famoso ‘Work hard, play hard’, que é um dos princípios mestres da companhia,” diz Pantelimon. “Nós investimos nisso sabendo que veríamos um rápido retorno atraindo os melhores talentos.”

Qualquer tipo de ambiente de trabalho – sejam agencias criativas, centrais de serviços compartilhados ou ambientes corporativos – podem facilmente mudar seus ambientes introduzindo cores, novos móveis e jogos. E talvez mais deles devessem fazê-lo, considerando as melhoras que algumas organizações tiveram na forma de atrair e engajar pessoal e construir uma identidade mais forte. Mas o que faz os pioneiros dessa área se destacarem – com o Google e o Facebook sendo exemplos proeminentes dessa prática – é que eles tinham a cultura antes de ter o escritório. Um ambiente de trabalho colorido, receptivo e estimulante é sem dúvida uma fantástica ferramenta de RH, mas precisa ser verdadeiro e honesto em relação à cultura, ou ele será apenas uma nova camada de tinta.

 

O novo escritório do Google em Londres

4.jpg

Os planos para a nova matriz do Google em Londres, incluiam uma piscina na cobertura, campo de futebol interno e um muro de escalada privativo, que foram riscados pelo chefe Larry Page por considerá-los chatos e inadequados à cultura do Google.
A rejeição foi um choque para os arquitetos Allford Hall e Monaghan Morris, que haviam planejado em detalhes essas áreas - incluindo um grande jardim na cobertura e rotas de bicicleta entre as salas de reunião - coisas que parecem impensáveis em outros ambientes. E a firma já enfrentou outras reformulações antes dessa para o local que conterá 5.000 funcionários quando pronto. Joe Borrett, o responsável imobiliário da companhia na Europa comenta que o novo escritório londrino será o lar do Google no futuro, trabalhando com seus parceiros e a comunidade local para realizar seus designs inovadores.
O novo escritório de 650 milhões de libras será construido sobre uma linha fina de terreno localizado ao lado da estação ‘King’s Cross’ do metro londrino, e parece que Page ficou particularmente frustrado com o exterior simples da proposta , que era colorida, porém simples e não tão incomum como o interior do edifício. Seguindo um novo retorno a prancheta de design, o prédio deve ter sua construção finalizada em 2017.


Nós impulsionamos o mercado de trabalho com a nossa expertise.
Nós somos a HAYS.
hays.com.br


Artigo extraído do Hays Journal 9 
Acesse completo em inglês aqui
Créditos das fotos desta matéria: officesnapshots.com Escritório do Google em Londres: PENSON/Rex Features para 'The Telegraph'