Caminho de Navegação

HaysBr_Blog_Dicas_de_Carreira

Blog Dicas de Carreira
Confira as dicas e conselhos de carreira escritos por nossos especialistas.

Blogs

Avanços em tecnologia que todo líder deve conhecer

A internet está cada vez mais presente na rotina dos indivíduos. Os avanços em tecnologia são constantes e definem um cenário onde a digitalização nas empresas já é realidade e será tendência para os próximos anos.

Por que empresas devem apostar nos avanços em tecnologia?

Estudos do Gartner apontam que os gastos globais com Tecnologia da Informação (TI) em 2021 deverão registrar um aumento de 6,2%. O valor corresponde a quase US $4 trilhões. A expectativa é que este mercado cresça 8% até o fim do ano, totalizando um investimento de mais de US $700 bilhões.

A pesquisa destaca ainda que para dar suporte e garantir a satisfação dos consumidores, a aceleração do digital demandará a otimização e integração entre todos os canais de contato (atendimento omnichannel).

Estudos do Manhattan Associates revelam que 77% dos consumidores desejam que experiências de compra evoluam para uma experiência unificada.

Logo, para se adaptar à nova realidade do mercado - bem como garantir a satisfação do consumidor e a segurança de dados sensíveis - é preciso que lideranças estejam sempre atualizadas sobre as mais modernas e inovadoras soluções tecnológicas multicanais.

Confira os mais recentes avanços em tecnologia

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial (IA) é um dos principais avanços em tecnologia e vem sendo utilizada por muitos profissionais de TI.

Estudos revelam que, atualmente, existem 490 empresas de IA na América Latina. Essas companhias empregam mais de 38 mil pessoas e têm um faturamento combinado superior a US $4,2 bilhões.

Nesse cenário, o Brasil ocupa um papel de destaque. O país conta com 206, ou seja, 42% do total de empresas identificadas.

Apontada como uma das principais tecnologias para 2021, o IDC estima que a Inteligência Artificial poderá gerar investimentos de US $464 milhões para o Brasil este ano. Tais investimentos serão aplicados em contratação de software, hardware e de serviços de suporte à IA, bem como deverá movimentar fusões e aquisições no setor.

As formas mais básicas de IA não possuem memória. No entanto, são capazes de analisar situações e responderem com uma série de respostas pré-programas. No atendimento ao cliente, essas funções são um excelente aliado para agilizar tarefas repetitivas.

Dados do IDC WorldWide Retail 2018 Predictions estimam que até 2022 empresas varejistas dobrarão seus investimentos em automação.

O segundo nível de IA tem memória limitada e o terceiro é capaz de desenvolver uma compreensão do mundo ao seu redor. Os robôs de mídia social (ou chatbots, em inglês) são um excelente exemplo de Inteligência Artificial que se enquadram nesta categoria.

Estudos da pesquisa “Navegando na Experiência do Cliente Pós-pandemia” revelam que 1 a cada 4 consumidores já utilizam chatbots para atendimento em bancos, lojas ou e-commerce. Destes, 69% afirmaram que a experiência foi excelente ou muito boa.

Além disso, projeções da MarketsandMarkets estimam que o mercado de chatbots deverá crescer 30% ao ano até 2024.

Profissionais de TI também podem utilizar esses dois níveis de IA para executar funções no local de trabalho. São exemplos o gerenciamento de riscos e segurança cibernética.

Computação em nuvem

A computação em nuvem (ou cloud computing, em inglês) permite que profissionais de Tecnologia da Informação armazenem dados e acessem recursos pela internet.

Essa tecnologia resolve muitos problemas de armazenamento de dados, além de reduzir custos com cibersegurança, uma vez que se paga apenas pelo espaço utilizado na nuvem.

Estudos revelam que 94% das empresas afirmam notar uma melhoria na segurança depois de mudarem para a nuvem.

A cloud computing também é uma excelente alternativa às empresas que não possuem recursos para realizarem altos investimentos em IA. Com ela, uma biblioteca de ferramentas de aprendizado de máquina está disponível para as massas, abrindo novas possibilidades de inovação.

Projeções do Gartner estimam que mais da metade das empresas globais deverão migrar para uma infraestrutura totalmente em nuvem até o fim de 2021

Dentro do contexto brasileiro, dados da Deloitte afirmam que 92% das lideranças em TI aumentaram ou mantiveram os investimentos em infraestruturas, como a nuvem, e 53% planejam aumentar tal investimento até o final do ano.

Inteligência Cognitiva

Falhas de programas e sistemas podem ser altamente prejudiciais para qualquer empresa.

É aí que entra a Inteligência Cognitiva. Essa tecnologia utiliza mecanismos de aprendizado de máquina (machine learning, em inglês) capazes de prever, detectar e otimizar erros em outros programas.

Ao contrário da IA, a Inteligência Cognitiva (IC) é desenvolvida a partir de um ecossistema de linguagens de programação e suítes de plataformas e ferramentas, todas trabalhando de forma integrada, para aprimorar as funções cognitivas.

Especialistas da Deloitte afirmam que a IC ainda é recente, porém este é um dos avanços em tecnologia que poderá ser a próxima revolução capaz de melhorar o crescimento da receita, eficiência operacional e gestão de risco de uma empresa.

Provas de conhecimento zero

Dados da Fortinet revelam que o Brasil sofreu mais de 3,2 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos apenas no primeiro trimestre de 2021. O país lidera o ranking da América Latina, com quase metade dos 7 bilhões de tentativas de ataques no período.

Campanhas de phishing, ciberataques que capturam informações pessoais, como senhas e dados de cartão de crédito; promoções fraudulentas e campanhas de “desinformação” (fake news) estão entre as formas de ataque mais comuns.

Dentro desse contexto, as provas de conhecimento zero podem ser poderosas aliadas para empresas mitigarem riscos de vazamento de informações e ameaças digitais.

As provas de conhecimento zero são um dos avanços em tecnologia mais procurados para lidar com problemas de privacidade de dados. Tratam-se de protocolos criptográficos utilizados para proteger usuários e manter transações anônimas.

O procedimento é semelhante ao de bancos ou de instituições, quando solicitam letras de uma palavra secreta para poderem verificar sua identidade. Nessas situações, a pessoa não está informando à empresa dados pessoais da conta, mas sim afirmando que sabe a sequência de uma determinada palavra.
00

blog categoria

most popular blog

Blogs mais lidos

#1 Como responder a pergunta [Fale um pouco sobre você]
 
Entrevista | 6 min
 

#2 11 sinais que sua entrevista foi um sucesso
 
Entrevista | 9 min
 

#3 Como demonstrar interesse pela vaga em 6 passos
 
Entrevista | 7 min
 

Bsucar vagas

Em busca de uma nova oportunidade? Encontre aqui o seu emprego ou entre em contato com um de nossos consultores.