Caminho de Navegação

HaysBr_Blog_Dicas_de_Carreira

Blog Dicas de Carreira
Confira as dicas e conselhos de carreira escritos por nossos especialistas.

Blogs

Glossário de TI: quais são e o que significam os principais termos de TI?

Provavelmente você já deve ter ouvido alguma palavra ou termo da área de tecnologia da informação, seja na empresa ou no dia a dia, e preferiu deixar pra lá mesmo sem entender muito bem qual era realmente o seu significado.

É muito comum que profissionais ou estudantes da área tenham um glossário de TI com termos e palavras bem complicadas. Isso se deve ao fato de que o segmento tem suas próprias particularidades, com várias palavras em inglês e ferramentas específicas que podem causar estranhamento em pessoas mais leigas no assunto.

Um glossário de TI é muito extenso e engloba, além de termos técnicos, palavras que só quem trabalha na área consegue entender e aplicar o vocabulário em suas rotinas. Quem está de fora pode acabar não entendendo muito bem a piada ou até mesmo alguma ação específica a ser realizada dentro da empresa. E com tanta tecnologia surgindo a todo momento e novos termos sendo criados, até quem trabalha na área há bastante tempo pode acabar se embaralhando às vezes.

Para facilitar o entendimento de quem é leigo no assunto e quer estar a par de tudo o que acontece na área de tecnologia da informação dentro da empresa, trago aqui um glossário de TI atualizado com as principais terminologias mais usadas na área e como são as aplicações na prática.

Este glossário de TI pode ser essencial para tornar a comunicação entre as equipes da empresa ainda mais claras e eficientes.

Algoritmo

Para começar o nosso glossário de TI, nada melhor do que abrir o assunto com uma das palavras mais comuns da área e que talvez muitos de nós já ouvimos falar em algum momento da vida. Na ciência computacional, um algoritmo pode ser entendido como uma sequência lógica, finita e definida de instruções com o objetivo de resolver um problema ou executar uma tarefa. Eles são a base nos processos de desenvolvimento de softwares, por exemplo.

Explicando de uma forma mais prática, quando você liga o seu computador, um software específico vai testar todos os componentes da máquina para checar se está tudo ok. Após a finalização desse processo, que é bem rápida, o algoritmo fica encarregado de  localizar o sistema operacional no disco para que você possa começar a utilizar o computador.

Este foi apenas um exemplo simples de como um algoritmo funciona na prática. Seu uso pode ir muito além, atendendo em processos de compressão para MP3, criação de linguagens de programação, buscas na internet, relevância de conteúdo nas redes sociais e muito mais.

ASCII

Conhecido em português como Código Padrão Americano para o Intercâmbio de Informação, ASCII é um dos termos técnicos de TI mais comuns da área e se refere ao código binário utilizado por computadores para se comunicarem entre si. Ele foi criado com base no alfabeto romano e tem como objetivo criar um padrão de como os computadores apresentam letras, acentos, números, códigos de controle entre outros sinais.

Este código é composto por 95 caracteres e estão numerados de 32 a 126. Os caracteres de 0 a 31, são utilizados para códigos de controle do computador, o que chamamos de funções.

BACKBONE

Este é um termo pouco conhecido e que merece seu lugar neste glossário de TI. O backbone funciona como um receptor e emissor de dados. Ele é responsável pelo recebimento e pelo envio de informações de usuários, independente da sua localidade, se está dentro ou fora do país.

Na prática, funciona da seguinte forma: quando você encaminha um e-mail para um contato, na verdade estará enviando os dados da sua mensagem primeiro para a backbone, que então enviará para outra rede local até que o seu conteúdo chegue ao destinatário final.

BAM

Contrário ao monitoramento em tempo real tradicional, o monitoramento das atividades de negócio, ou BAM (no inglês, business activity management) é uma forma de ter acesso em tempo real aos principais indicadores críticos de desempenho do negócio. Seu objetivo é aumentar a agilidade e a eficiência nas operações.

Na prática, ele busca informação em diversos sistemas e fontes, sejam internas ou externas, dando uma visão ampla e aprofundada de todas as atividades do negócio.

BIG DATA

Um dos responsáveis pela transformação digital de várias empresas, o termo big data se refere ao volumoso e complexo conjunto de dados que são analisados e processados com o objetivo de alcançar informações estratégicas para o beneficiamento das empresas. Seu volume é tão grande que um software comum não consegue fazer o seu gerenciamento, sendo necessário utilizar um sistema mais robusto para manipulá-lo de forma eficaz.

Um exemplo de caso de uso do big data é quando se busca eficiência operacional dentro da empresa ou organização. Com o big data é possível analisar e avaliar feedbacks e retornos de clientes, por exemplo, para evitar gargalos e antecipar possíveis demandas.

COOKIES

Cookies é um termo conhecido até mesmo por pessoas que não são da área de tecnologia da informação, mas que vale a pena mencionar neste glossário de TI.

Podemos definir os cookies como pequenos arquivos em texto que são armazenados em seu navegador, independente se é no notebook, tablet ou celular, enquanto você navega pela internet. Sua principal utilidade é lembrar as informações que foram utilizadas por você em visitas anteriores.

Quando você acessa o Google para fazer uma busca, por exemplo, ele sugere algumas opções anteriores na tentativa de adivinhar o que você vai pesquisar naquele momento. Isso serve para que a sua experiência seja cada vez mais personalizada.

DARK DATA

Vários dados são coletados a todo momento para gerar insights valiosos para a estratégia de cada empresa. Muitos desses dados são realmente muito úteis, mas a maioria deles ainda são muito difíceis de serem acessados ou analisados. Esses dados de difícil acesso são o que chamamos de dark data.

A dark data pode ser encontrada em logs, metadados, campos de texto entre outros documentos de diversos formatos.

DATA CENTER

Um centro de processamento de dados nada mais é do que uma instalação física que comporta equipamentos para armazenamento e processamento de informações, servidores, dispositivos de segurança e roteadores para garantir a integridade e disponibilidade do ambiente da empresa.

A principal utilidade de um data center está em processar grande volume de dados, além de armazenar vários servidores e banco de dados. Sua localização precisa ser estratégica e seguir alguns protocolos de segurança e armazenamento para manter o pleno funcionamento, como ter proteção contra incêndios, contar com um bom sistema de resfriamento e acesso restrito de funcionários.

DBA

Entender o que é DBA é tão importante quanto saber dos outros termos citados até aqui neste glossário de TI. Este não é um termo que se refere a um device ou um sistema específico. Um DBA, ou data base administrator, é um profissional responsável por criar, instalar, monitorar, reparar e analisar as estruturas do banco de dados da empresa.

O DBA precisa analisar periodicamente o banco de dados a fim de evitar falhas e sobrecargas dos sistemas, além de estar sempre em busca de melhorias contínuas para o pleno funcionamento do negócio.

OPEX e CAPEX

É muito comum ouvir esses dois termos durante as reuniões e muitas vezes os participantes até sabem o que é, mas entender o seu conceito e aplicação pode evitar um mal entendido futuramente. Por isso, abordar esses termos neste glossário de TI é de muita importância.

Opex, ou operational expenditure, diz respeito ao capital utilizado para manter ou melhorar os bens físicos da empresa ou organização, seja equipamentos, móveis ou máquinas.

Já o Capex, capital expenditure, representa o investimento em bens de capital que serão capazes de gerar maior lucratividade para a empresa.

QUERY

Você provavelmente já deve ter ouvido ou lido essa palavra por aí, mas o que ela realmente significa?

Em tradução livre, query quer dizer consulta e na área de tecnologia da informação ela pode ser entendida como um processo de captura de informações a partir de um banco de dados específico.

Os dados são extraídos com base em um código já pré-definido, sendo o mais comum o SQL - Structured Query Language ou Linguagem de Consulta Estruturada, em português

Para que o gerenciamento do banco de dados possa remover ou modificar informações de um projeto, é preciso fazer uma query nele. Ou seja, por meio da execução de comandos específicos, o desenvolvedor responsável pelo projeto captura os resultados que já estão armazenados no banco de dados.

Entender o conceito por trás de cada termo ou palavra apresentada neste glossário de TI é tão importante quanto compreender o seu uso na prática.

Além disso, quando todas as equipes se mantêm a par das principais terminologias de um glossário de TI, as atividades podem ganhar mais eficiência, já que o tempo que um profissional gasta explicando uma ação específica pode diminuir consideravelmente.

E o melhor de tudo, manter a equipe sempre engajada e por dentro de tudo o que acontece nos mais diversos processos da área de tecnologia da informação da empresa.

Uma equipe bem engajada e produtiva, resulta em margens de lucro ainda maiores. E quem não quer aumentar os ganhos de eficiência nas estratégias e ainda aumentar a lucratividade nos negócios, não é mesmo?
00

blog categoria

most popular blog

Blogs mais lidos

#1 Como responder a pergunta [Fale um pouco sobre você]
 
Entrevista | 6 min
 

#2 11 sinais que sua entrevista foi um sucesso
 
Entrevista | 9 min
 

#3 Como demonstrar interesse pela vaga em 6 passos
 
Entrevista | 7 min
 

Bsucar vagas

Em busca de uma nova oportunidade? Encontre aqui o seu emprego ou entre em contato com um de nossos consultores.